Maternidade x limbo social e um bebê de 9 meses!

Eu e meu marido sempre tivemos uma vida social, vamos assim dizer, ativa.
Como todo casal, adoramos comer fora e a escolha do restaurante era baseada tão somente no que queríamos comer e quanto isso iria nos custar. Simples não?

Pois é. Já foi simples.

Agora, quando optamos por algum restaurante que ainda não conhecemos, ligo antes para saber se existe trocador. Mas às vezes acaba não dando pra consultar, e aí o que era pra ser um programinha light pode virar uma batalha de fraldas x cocôs x mamãe x bebê.

Tente imaginar a seguinte cena: você está jantando. Boa comida, boa compania... De repente vc percebe um cheirinho diferente no ar (nariz de mãe dificilmente se engana). Pede licença, pega a bolsa do bebê e segue em direção ao banheiro, pedindo a Deus que tenha um trocador. Não tem! Não tem trocador!!! Que porcaria de restaurante é esse?!?!

E agora mamãe, o que vc faz?

A)  Chora;

B) Chora, mas em seguida se recupera, senta na tampa do vaso e apoia seu bebê sobre suas coxas com a cabeça dele pendendo para trás, já que vc não tem as pernas da Ana Hickmann e na pia não tem espaço suficiente;

C) Dá meia volta, se dirige ao caixa e troca a fralda ali mesmo, diante da face incrédula do cara do caixa. Afinal, veja que maravilha, o balcão é exatamente da largura de um trocador!

E em seguida, retorna à mesa como se nada de anormal tivesse acontecido.

Eu sinceramente queria ter escolhido a alternatica C, mas pensei no meu maridinho e no discurso que eu iria escutar e resolvi agir como uma esposa/mãe normal e troquei meu bebê na minha perna mesmo!

Mas não deixei por menos. Saí do banheiro, pedi para chamar o gerente e dei meu recado. Reclamei mesmo. E foi bem reclamado! Afinal, tenho que me conformar com esse limbo social que alguns tentam impor a nós, mães de bebês??? E considere um limbo de 2 anos, já que uma criança é desfraldada mais ou menos nessa idade (se tudo der certo).

Eu reclamo, mas elogio também quando vou em algum lugar e vejo a preocupação com esse tipo de coisa.

E é por isso que estou fazendo uma pesquisa (informal) dos lugares com estrutura para atender a nós, mamãe de bebês, que gostam de curtir a vida!

Logo, logo publico os lugares já levantados (utilidade pública, heim?).

E se vc conhecer algum lugar e quiser indicar, fique  a vontade. A casa é sua! 

* * *

Dia desses vi esse vídeo e achei o máximo!




E aí, consegue imaginar como seria a troca de fraldas naquela situação de uma criaturinha fofa dessa?!?!

 Beijos e boa semana!

2 comentários:

casacomamor.com 15 de agosto de 2011 20:02  

afe, me vi demais nesse post... rs...
já troquei muuuuuita fralda assim.
é um inferno.
fico em dúvida se é pior nas coxas ou no banco do carro. as duas situações são terríveis.
o trio básico pra atender bebês, que eu amo encontrar em qualquer restaurante: trocador, cadeirão e menu especial pra crianças. com isso tudo fica perfeito... rs...
eu indico: Madero da Comendador Araújo.
Não sei se tem trocador, pq não precisei usar, mas deve ter sim. Eles tem toda estrutura pra crianças, inclusive um lugar pra entrete-las (muito legal) com monitores e muitos brinquedos. Tem espaço pros adolescentes também. O serviço é pago (R$ 16,00 a hora por criança) mas vale a pena. Uma refeição em paz sempre vale a pena, né?
Beijoca.
Lahna.

Ana Carolina 2 de setembro de 2011 17:55  

É verdade Lahna!

Já incluí na minha listinha a tua dica. Estou selecionando mais lugares e aasim que estiver ok eu publico.

Bjs querida!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget

  © Mulher, Mãe, Filha e Cia

Design by Emporium Digital