Davi

Meu menininho completou 9 meses! E como passou rápido!!!
A 9 meses atrás eu estava indo para a maternidade, feliz da vida porque Deus ouviu minha oração.

No domingo eu tinha ido pra maternidade com filha, mala e cuia porque estava com contrações, mas o médico me examinou e falou que podia ir pra casa tranquila (como se isso fosse possível) pois o bebê estava bem alto e pelo jeito poderia demorar mais uma semana. Meu obstetra já tinha me falado que Davi teria que nascer até quarta senão faríamos a cesária e isso eu realmente não queria. Só em último caso.

E esse foi o motivo da minha oração naquela madrugada de segunda. Oração esta que deveria ter sido mais específica. Lembrei disso na sala de parto...

Quem, em sã consciência, pede a Deus um parto normal, sem indução, e esquece de pedir também que dê tempo de aplicar a analgesia?!?!

O parto da Isa foi demorado (foram 9 horas) mas foi M A R A V I L H O S O. Eu nunca senti saudade do período de gravidez porque passei muito mal, mas sentia saudades do parto. Sempre me emociono quando lembro dele. Acredite.

Por isso que fiquei feliz quando literalmente escutei minha bolsa estourar. Obaaaa!!! Obrigada Deus!!! Amor, acorda, a bolsa estourou.

Eram 7:30 na manhã. Estava tranquila porque já tinha passado por isso e não deveria ser muito diferente da primeira vez.

Mas Deus é extremamente criativo! Se meu primeiro parto foi inesquecível porque foi especial, este Ele queria que fosse especialmente engraçado. Por que não?

Ou você não acharia engraçado ver uma mulher vestida com uma camisola horrorosa dando quatrossentas voltas em volta da mesa de parto e agachando a cada contração???

Não acharia engraçado também ouvir aquela mãezinha mandar educadamente todo mundo sair da sala de parto porque ela acha que vai fazer cocô???

Imagine a cena:

Mãezinha para enfermeira: vc, por favor, poderia me levar ao banheiro?

Enfermeira: mãezinha, não é banheiro que vc quer, é o bebê que está nascendo!

Mãezinha: e como vou ter certeza disso? Por favor, me dê alcool, pano, algodão e SAIA.

E não é que ela obedeceu? Mas também eu devia estar com cara de louca! Minha oração nessa altura do campeonato era " Deus, me ajude a não xingar ninguém!"

E tudo isso porque meu obstetra não tinha chegado ainda e a médica de plantão estava em outro parto. Por isso eles não puderam aplicar a analgesia. Foi essa a explicação que as duas médicas anestesistas me deram depois que eu supliquei à elas por alguma droga!

Aliás, devo abrir aqui um parênteses sobre as enfermeiras. Uma amiga tinha me dito que não era pra gritar de jeito nenhum, se não as enfermeiras te tratam mal (olha só). Bem, na dúvida, não gritei. Mas o fato é que as enfermeiras que estavam me acompanhando foram uns anjos comigo. Não sei o que seria de mim sem elas ali.

Deve ter corrido o boato que tinha uma coitadinha de uma mãezinha que estava parindo seu bebê sem obstetra e analgesia porque uma hora olhei e tinham 8 (!!!) mulheres solidárias e piedosas na minha sala de parto. Enquanto uma alisava meu cabelo, outra me animava, outra dizia que eu não estava sozinha, outra secava o suor do meu rosto... Pareciam aqueles técnicos de boxe, uma loucura!

E eu só falava pra chamar meu marido porque Davi estava nascendo e eu queria ele comigo.
Não estava nem um pouco preocupada com o fato do meu médico não estar ali. Afinal, com tanta gente naquela sala, alguém haveria de fazer meu parto, se é que isso seria preciso, já que eu e meu filhote estávamos indo muito bem.

Eu literalmente segurava a cabecinha do Davi pra ele esperar mais um pouquinho (como se isso fosse possível!)

E ele nasceu no momento em que entraram pela porta meu marido, meu obstetra e o pediatra dele.

Nasceu lindo e saudável o meu menininho!!!

Já a mãe... bem, veja as fotos e compare:

Esse post é para registrar esse momento importante (e hilariante) mas também para dizer pra você, meu bebê, que valeu a pena cada segundo! Sou grata a Deus por Ele nos ter escolhido para ser sua família. Você é um presente na vida da mamãe, do papai e da Isa.

Amamos muito você!!! 



3 comentários:

Thiago Vasconcelos,  1 de setembro de 2011 12:06  

Lindo Ana!!!
Simplesmente Maravilhoso esse momento tão bem descrito. É um privilégio que só as mulheres tem!

Ana Carolina 2 de setembro de 2011 17:50  

Thiago,

Obrigada pela sua visita!

Realmente esse é um momento único nas nossas vidas, por isso quis compartilhar. Que bom que vc gostou!

Você é muito bem vindo!

Abs.

Anônimo,  26 de janeiro de 2012 12:48  

Ana lindo e um amor que nois mae temos o privilegio de sentir.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget

  © Mulher, Mãe, Filha e Cia

Design by Emporium Digital